Teoria da Inovação

1. Design Thinking

 O que é a inovação?


O Design thinking está no centro do desenvolvimento eficaz da estratégia e de alterações organizacionais.

Pode-se projetar a forma como se lidera, gere, cria e inova. A forma de pensar do design pode ser aplicada a sistemas, procedimentos, protocolos, e experiências de clientes/utilizadores.

O que é o Design Thinking?

O Design Thinking é um método utilizado por designers para resolver problemas complexos, e encontrar soluções desejáveis para os clientes. Uma mentalidade de design não está centrada no problema, está focada na solução e orientada para a criação de um futuro desejável. O Design Thinking baseia-se na lógica, na imaginação, na intuição e no raciocínio sistémico, para explorar as possibilidades do que poderia ser - e para criar resultados desejados que beneficiem o utilizador final (o cliente ou os formandos).

 “O Design thinking pode ser descrito como uma disciplina que usa a sensibilidade e os métodos do designer para combinar as necessidades das pessoas com o que é tecnologicamente viável e o que uma estratégia comercial viável pode converter em valor do cliente e oportunidade de mercado".– Tim Brown CEO, IDEO

Diferenças Entre Design e Design Thinking

“A maioria das pessoas comete o erro de pensar que design é o que parece. As pessoas pensam que é esse folheado — que se entrega uma caixa aos designers e diz-se, ‘Faça isso parecer bonito!’ Não é isso o que o design é para nós. Não é apenas o que parece e o que se sente. O design é como funciona.”
— Steve Jobs

“O design é a ação de trazer algo novo e desejado à existência— é uma posição pró-ativa que resolve ou elimina situações problemáticas através do design. É uma mistura de experiência de rotina, adaptativa e de design levada a cabo em situações dinâmicas complexas.”
—Harold Nelson, The Design Way

Nigel Cross (2007), no seu livro Designerly Ways of Knowing, afirma, “Tudo à nossa volta foi projetado. A capacidade de design é, de fato, uma das três dimensões fundamentais da inteligência humana. O design, a ciência, e a arte formam uma relação “E” e não “OU” para criar a incrível capacidade cognitiva humana.”

  • Ciência — encontrar semelhanças entre coisas diferentes
  • Arte — encontrar diferenças entre coisas semelhantes
  • Design — criar "inteiros" viáveis a partir de "partes" inviáveis

Enquadramento de Design Thinking


Esta estrutura integra a resolução de problemas criativos clássicos (CPS) com métodos de arte e design.

O Design thinking apresenta uma estrutura organizada para a compreensão e procura da inovação de forma a contribuir para o crescimento orgânico e acrescentar valor real aos seus clientes.

O ciclo do design thinking envolve a observação para descobrir necessidades não satisfeitas dentro do contexto e restrições de uma situação particular, enquadrando a oportunidade e o alcance da inovação, gerando ideias criativas, testando e aperfeiçoando soluções.



Este diagrama ilustra a estrutura do design thinking criada pelo The Design Council (UK), que descreve o processo de design em quatro fases distintas: Descobrir, Definir, Desenvolver e Transmitir. Isto ilustra as etapas divergentes e convergentes do processo de design.

O Design thinking informa a inovação centrada no ser humano

A inovação centrada no ser humano começa com o desenvolvimento de uma compreensão das necessidades não satisfeitas ou não articuladas dos clientes ou utilizadores. “A fonte mais segura de novas ideias que têm uma verdadeira vantagem competitiva e, portanto, maiores margens, são as necessidades não articuladas dos clientes" - afirma Jeanne Liedtka (Batten Briefings 2015), “A intimidade do cliente - um profundo conhecimento dos clientes e seus problemas - ajuda a descobrir essas necessidades ".

O Design thinking minimiza a incerteza e o risco de inovação, atraindo clientes ou utilizadores através de uma série de protótipos para aprender, testar e refinar conceitos. Os criativos de design confiam nas ideias do cliente obtidas através de experiências do mundo real, não sendo apenas dados históricos ou pesquisas de mercado.

Desenvolver capacidades de design thinking na sua empresa ou na sua sala de formação

Não tem que ser um designer para pensar como tal. Enquanto aprender a ser um bom designer demora anos, pode pensar como um designer e projetar a forma como lidera, gere, ensina, cria e inova. O design começa com a definição de uma intenção estratégica. Se estiver a traçar uma estratégia, está a fazer design.